9 – Programa de Proteção à Fauna


7 – PROGRAMA DE PROTECAO A FAUNA• Monitorar as comunidades faunísticas ao longo da rodovia e áreas afetadas;
• Identificar possíveis causas e origens de alterações nas comunidades que possam estar relacionadas com a implantação do empreendimento;
• Diagnosticar os pontos de maior relevância para conservação da fauna de vertebrados silvestres e ameaçados;
• Monitorar a fauna de vertebrados durante e após a fase de implantação do empreendimento, de forma a obter dados de composição e abundância dos grupos de estudo na AID;
• Nortear ações que devem ser realizadas para evitar ou mitigar os efeitos deletérios gerados pelo incremento de atropelamentos de espécimes da fauna;
• Monitorar atropelamentos envolvendo exemplares da fauna;
• Identificar pontos de maior incidência de atropelamentos e indicar locais para instalação de equipamentos e medidas preventivas adicionais, caso seja necessário;
• Monitorar a passagens de fauna instaladas na rodovia e verificar a eficácia para a transposição da fauna;
• Minimizar as interferências que a instalação do empreendimento causará à fauna;
• Realizar o salvamento de fauna durante a etapa de supressão da vegetação na faixa de domínio da rodovia;
• Verificar a perda de hábitat e da biodiversidade local;
• Analisar e mensurar como a pressão sonora interfere na escolha de hábitat e mudança de comportamento dos animais dentro dos fragmentos;
• Apontar possíveis deteriorações nos corpos hídricos por meio de monitoramento de bioindicadores aquáticos.

9.1 – Subprograma de Afugentamento e Salvamento de Fauna

7.1 – SUBPROGRAMA DE AFUGENTAMENTO E SALVAMENTO DE FAUNA• Realizar o salvamento de fauna durante a etapa de supressão da vegetação na faixa de domínio da rodovia;

9.2 – Subprograma de Monitoramento da Fauna

7.2 – SUBPROGRAMA DE MONITORAMENTO DA FAUNA• Orientar e monitorar o corte e a retirada de vegetação das áreas de supressão para instalação do empreendimento;

• Seguir plenamente o estabelecido nas ASVs;
• Implantar integralmente a Instrução de Serviço DG nº 03 de 04/02/2011 – RAC/DNIT;
• Orientar e monitorar a estocagem, a avaliação volumétrica e o aproveitamento da madeira retirada;
• Minimizar os impactos ambientais e evitar acidentes com trabalhadores e usuários da rodovia durante o corte e retirada da madeira e limpeza da área;
• Conciliar o cronograma de supressão com o de obras e com os cronogramas e atividades de resgate de epífitas e de animais silvestres;
• Orientar as equipes das construtoras no resgate das epífitas;
• Subsidiar a obtenção das demais Autorizações de Supressão da Vegetação (ASV) junto ao IBAMA.

9.3 – Subprograma de Manejo e Conservação da Fauna Ameaçada

7.3 – SUBPROGRAMA DE MANEJO E CONSERVACAO DA FAUNA AMEACADA• Diagnosticar os pontos de maior relevância para conservação da fauna de vertebrados silvestres e ameaçados;

9.4 – Subprograma de Monitoramento de Passagens de Fauna e Mitigação de Atropelamento da Fauna

7.4 – SUBPROGRAMA DE MONITORAMENTO DE PASSAGENS DE FAUNA E MITIGACAO DE ATROPELAMENTO DA FAUNA• Nortear ações que devem ser realizadas para evitar ou mitigar os efeitos deletérios gerados pelo incremento de atropelamentos de espécimes da fauna;

• Monitorar atropelamentos envolvendo exemplares da fauna;
• Identificar pontos de maior incidência de atropelamentos e indicar locais para instalação de equipamentos e medidas preventivas adicionais, caso seja necessário;
• Monitorar a passagens de fauna instaladas na rodovia e verificar a eficácia para a transposição da fauna;
• Minimizar as interferências que a instalação do empreendimento causará à fauna;